SEJA BEM-VINDO A ARTCAMARGO

Seja uma Revenda ArtCamargo
Loja Virtual » Livros de Arte e Dvds » Cursos de Desenho »
A Arte de Desenhar Cabeças – Renato Silva R$29,90

A Arte de Desenhar, coleção idealizada e publicada por Renato Silva, que vem sendo republicada em benefício da arte-educação e do ensino de desenho artístico a distância, se enriquece com a apresentação de um novo volume.
A obra do mestre Renato Silva é notável pelo pioneirismo, desde que ele editou o primeiro livro brasileiro de desenho com proposta didática, Manual Prático de Desenho, em 1939 — uma obra que voltou a catálogo recentemente, pela Editora Criativo —, e pela amplidão, visto a extensa lista de temas variados que compõe a coleção A Arte de Desenhar, que o autor veio a publicar originalmente no transcorrer dos anos 1940 e 1950; foi desse modo que Renato educou várias gerações de artistas brasileiros, com essa coleção que vem sendo resgatada aos poucos, pelo empreendimento da mesma Editora Criativo.
O décimo segundo volume da coleção, Cabeças, vem ao encontro dos primeiros interesses dos iniciantes no estudo de desenho; as cabeças são quase sempre as primeiras coisas que os neófitos tentam rabiscar quando se arriscam no desenho de figuras humanas. Renato Silva ensina a desenhar cabeças e os elementos delas em múltiplas posições, aplicando o princípio das proporções nas formas orgânicas, para produzir esboços, e terminando com a arte-final. A sombra nos desenhos que dá o efeito tridimensional é quase sempre conseguida com a aplicação de simples hachuras, seguindo o princípio da iluminação.
Os traços de Renato resultam em formas com um viés vintage, pois o próprio artista foi um homem educado pela cultura da art noveau e influenciado pela art déco posterior. Os rostos das mulheres lembram as antigas musas do cinema dos anos 1920 e 1930; os homens, parecem saídos de publicidades antigas, impecáveis. São apenas impressões estéticas que embelezam o volume, já na prática, as lições valem para qualquer época ou tipo de desenho, retrô, contemporâneo ou futurista.
Há uma seção inteira dedicada aos detalhes da cabeça, aos diferentes olhos, narizes, bocas e orelhas; há figuras caricaturais, inclusive, que lembram personagens de HQs; sem dúvida, ao desenhar essas figuras Renato Silva se aproxima do melhor da Era de Ouro dos Quadrinhos, de Alex Raymond, Milton Caniff, Will Eisner e outros autores geniais. A coleção A Arte de Desenhar, além de didática, mostra a singularidade de um desenhista eclético que foi clássico e popular ao mesmo temo, e muito determinado na sua missão de ensinar: um mestre completo.

A ARTE DE DESENHAR — RENATO SILVA
VOL. 12 – CABEÇAS

Editora Criativo
Autor: Renato Silva
ISBN: 978-85-64249-62-2
Formato: 25,5 x 36 cm
36 páginas
* * *

RENATO SILVA, DESENHISTA

Renato Silva, nasceu Renato de Azevedo Silva, no Rio de Janeiro, em 28 de janeiro de 1904. Filho de jornalista, cursou cinco anos de Belas Artes entre 1920 e 1925, ano em que começou a colaborar em revistas cariocas, como Vida Doméstica, Vida Nova e A Maçã, fazendo desenhos humorísticos, até se fixar numa revista para homens Shimmy, recém-inaugurada.

Em 1930, deixou o desenho de humor e passou para a ilustração literária, colaborando em O Cruzeiro e O Jornal. Logo em seguida, Renato Silva foi trabalhar no grupo editorial A Noite, continuando a ilustrar contos, novelas e seriados publicados nas várias revistas da empresa, com maior assiduidade na Vamos Ler!

Ele foi estrear no desenho de quadrinhos em maio de 1937, com o personagem Nick Carter para o Suplemento Juvenil, da Editora EBAL. No mesmo ano, apresentaria sua HQ A Garra Cinzenta, com argumento de Francisco Armond, para o suplemento A Gazetinha, de A Gazeta, de São Paulo, que teve o número exato de cem episódios, publicados no decorrer de dois anos (entre 1937 e 1939), e que veio a se tornar um clássico absoluto do gênero. Ainda nos quadrinhos, Renato Silva realizou duas séries longas para O Diário de Notícias, Histórias Que Ficaram Na História e Histórias da História do Mundo.

Em 1939, lançou seu Manual Prático de Desenho, pela Tipografia Nilópolis, o primeiro guia de orientação para desenhistas, então publicado no Brasil — foi este o ponto de partida, o embrião de um projeto didático maior, mais abrangente e longevo, que iria desenvolver no decorrer das décadas de 1940 e 1950, A Arte de Desenhar, que rendeu mais de cem edições temáticas, com o selo da editora Conquista.

A coleção A Arte de Desenhar, que abarcou praticamente todos os temas referentes ao desenho artístico, foi um valioso apoio para milhares de alunos espalhados pelo Brasil que não tinham acesso algum à arte-educação, em qualquer nível. Em A Arte de Desenhar, na posição de professor, Renato Silva cresceu muito como artista, seu traço chegou ao apogeu, ganhou personalidade, singularidade e um grau elevadíssimo de beleza estética. Não são poucos os artistas brasileiros, ainda atuantes, que devem grande parte de sua educação ao professor Renato Silva e ao seu método de ensino, franqueado a quem quisesse aprender e modestamente distribuído em bancas de revistas e livrarias.

Até o início dos anos 1980, Renato Silva ficou afastado da grande imprensa, a qual ele já havia renunciado há tempos, quando decidiu se dedicar ao trabalho de ensinar a desenhar. Passou seus últimos anos de vida ilustrando livros didáticos e dando aulas de desenho.

Renato Silva veio a falecer no dia 6 de agosto de 1981, no Rio de Janeiro.

Este produto está em nosso catálogo desde sexta 18 janeiro, 2013.
Criativo
Outros produtos